Andaraí / Igatú – Chapada Diamantina

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Andaraí

Fundada em 1845 as margens do rio Paraguaçu e localizada a 100 quilômetros ao sul de Lençóis, a pequena Andaraí mantém, tal como a já citada, o casario colonial conservado como nos tempos aéreos de extração de diamantes. Sua arquitetura guarda os estilo colonial de seus casarões que abrigavam os barões do diamante na fase opulenta do ciclo e é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

A cidade surgiu com a vinda de um capitão das Minas Gerais em busca das riquezas recém-descobertas na região. Atualmente o município tem na agro-pecuária sua principal atividade econômica e o turismo vem na sequencia, por ter ali, a vantagem do fácil acesso de algumas das principais atrações naturais do parque, entre elas o Vale do Paty.

Igatú

É um distrito fundado no séc. XlX que fica distante 14 km de Andaraí. O vilarejo que chegou a ser um dos mais importantes no auge da mineração, chegou de seus 10 mil moradores aos atuais 350. Quase toda feita de pedra, foi construída no alto da serra.  

Entre as atrações, estão as grutas fechadas com alvenaria e usadas como casas pelo garimpeiros e a Casa de Amarildo, uma loja perto da praça central que guarda informações da cidade e seus habitantes. O Museu do Garipeiro reúne material encontrado  em velhos garimpos. Há também mostras temporárias de artes plásticas e fotografias.

.

Parque Nacional da Chapada Diamantina 

foto: rodrigo galvao

Berço de quase 90% de todos os rios que correm pelo estado da Bahia, a Chapada tem além de suas águas cristalinas, cristais, grutas, cavernas, penhascos, montanhas e uma paisagem digna de rechear o cenário de qualquer bom filme… sim… bom!! pois um filme que conta com a Chapada de pano de fundo é praticamente impossível ser ruim. 

Criado em 1985, o Parque Nacional da Chapada Diamantina ocupa uma área que se extende de norte a sul a 110 km de extensão de relevo montanhoso e altitudes que variam entre 400 a 1400 metros. Essa diferença de altitude é uma das responsáveis pela biodiversidade da região que se divide entre campos rupestres, gerais, cerrado e densas matas. 

A Chapada fez parte da história brasileira no séc. XVll, quando foi descoberto ouro na Serra do Tombado, atraindo mercadores portugueses e bandeirantes paulistas. Aconteceu então na região uma verdadeira “corrida do ouro” que se estendeu por mais de um século. 

Quando o esgotamento de suas minas já se encontravam próximas, surgiu a notícia do descobrimento de jazidas de diamantes. A região então viveu um período de de muita riqueza e a pacata Lençóis passou a ser a terceira cidade mais importante do estado.

Com todo esse ciclo de riqueza que fez surgir pequenas cidades, após o fim do garimpo, muitas foram abandonadas e na década de 70, o Turismo de Aventura e o Ecoturismo fez surgir ali uma novo ciclo econômico. Nas cidades, ficou a arquitetura, nos arredores ficaram os canyons e as centenas de trilhas abertas pelos exploradores dos séculos anteriores. A Chapada é assim vasta e cheia de novidades em cada esquina que dobra. 

foto: freddy duclerk

Obs: Pelo fato de a Chapada estar localizada em um espaço territorial que abrange uma área de aproximadamente 110 km. Este guia dividiu os roteiros e atrações conforme sua proximidade em quatro diferentes artigos, sendo ele: Chapada – Lençóis / Caeté-Açú; Chapada – Andaraí / Igatú / Mucugê; Chapada – Rio de Contas.

 

Atividades e Passeios 🚴‍♂️

Trilhas: Saindo de Andaraí e Mucugê existem várias opções que podem ser percorridas a pé, de bicicleta ou a cavalo. Elas estão classificadas como as mais espetaculares do país e devem ser acompanhadas de guias. 

.

.

O QUE FAZER? 🤔

👍👍👍 = imperdível /👍👍= legal /👍 = de alguma curtição 

 

Marimbus 👍👍👍 

foto: florestano tavernie

Conhecida como “Pantanal da Chapada”, essa planície localizada no sopé da Serra do Sincorá e sobre o rio Santo Antonio, se desmembra em diversas áreas alagadas onde as plantas aquáticas tornam o passeio de barco algo encantador. Sua fauna é composta de aves, peixes, sucuris, jacarés entre outros animais. 

Acesso:https://goo.gl/maps/9HVVB8qBQcYsMBQm

 

Poço Azul e Poço Encantado 👍👍👍 

foto: divulgação

Localizado em Itaetê, o Poço Encantado é impressionante. Sua água de azul intenso junto ao jogo de cores proporcionado pela entrada de raios de luz entre os meses de abril a setembro explicam o nome. É proibido mergulhar ali. Menor, mais razo e com banho igualmente proibido, o Poço Azul fica próximo do Encantado. 

Acesso:https://goo.gl/maps/9HVVB8qBQcYsMBQm

 

Rampa do Caim 👍👍👍 

foto: divulgação

Do mirante a que conduz essa trilha tem-se uma esplendida vista do vale do Paraguaçu. Em outro ponto avista-se o Vale do Paty. A caminhada leva duas horas e meia e um pouco menos na volta. 

Acesso:https://goo.gl/maps/RM9ShWPnZouN5Nfg6

 

Trilha pelo Vale do Paty 👍👍👍 

foto: divulgação

Longa e difícil tem diversas opções no trajeto. O clássico é partir do Capão, atravessar o extenso Gerais do Vieira, uma espécie de altiplano, e adentrar no Paty. Profundo e cercado de paredões, a travessia segue até a cidade de Lençóis. Nesse caso gastam-se dois dias com pernoite no interior do vale, onde moradores fazem comida sob encomenda e alugam quartos. Outra opção é levar equipamento de camping e alugar um jegue para não carregar tanto peso.

Acesso:https://goo.gl/maps/VU22ts2HZ6G3XRtu9

 

Cachoeira do Ramalho 👍👍👍 

foto: divulgação

Possui mais de 70 metros de queda vertical e poço para banho. O acesso é por uma antiga trilha de garimpeiros e leva 2h. A trilha é de nível médio para difícil. 

Acesso:https://goo.gl/maps/rZsmkhGJeEttbw8M9

 

Trilha de Andaraí-Paty-Guiné 👍👍👍 

foto: divulgação

São 40 km e pelo menos uma pernoite no Paty. Esta trilha de nível difícil, é uma das mais belas da Chapada. 

Acesso:https://goo.gl/maps/zg1SrnSynFg5PCmm7

 

 

 

.

QUANDO IR? 😎⛱️

A Chapada Diamantina fica no semiárido nordestino (caatinga), mas o clima é mais parecido com a do Cerrado brasileiro. As chuvas se concentram entre os meses de novembro a janeiro. As cachoeiras ficam cheias e mais bonitas nessa época, porém, algumas trilhas ficam intransitáveis. Em contrapartida, nos meses que não chovem, algumas cachoeiras somem por completo.  Entre os meses de agosto a setembro, o tempo fica seco e costuma ter incêndios na região. 

 

 

 

 

.

INFORMAÇÕES ÚTEIS ✍️

O Parque Nacional da Chapada Diamantina está em uma área que se estende por 110 km de norte a sul do estado. Por ser grande há diferentes destinos tendo como cidades sedes os municípios de Lençóis (o mais popular), Andaraí, Mucugê e Rio de Contas. Seguindo a oeste de Salvador, Andaraí se localiza a 430 km. O município vizinho de Lençóis tem aeroporto e recebe voos da Trip. 

 

🚌 Terminal Rodoviário de Lençóis

Endereço: Av. Sr. dos Passos, s/n – Centro, Lençóis – BA

Telefone: (75) 3334-1112

 

🛩 Aeroporto de Lençóis

Endereço: Br 242, Km 209 – Tanquinho de Lençóis – BA 

Telefone:  (75) 3625-8100

 

🛩 Aeroporto Internacional de Salvador

Endereço: Praça Gago Coutinho, s/n – São Cristóvão – Salvador – BA 

Telefone: (71) 3204-1010

 

 

 

.

COMO CHEGAR? 💼

Partindo de Salvador, siga pela BR-242 sentido oeste. A estrada está em boas condições, porém evite dirigir a noite por conta de assaltos. A distancia entre a capital do estado e o município é de 430 km que podem ser percorridos em 5h26.

 

De Avião ✈️

É possível chegar de avião. O aeroporto de Tanquinho, a 20 km de Lençóis recebe voos da Trip (tel: 0300 789 8747 – web: voetrip.com.br). Estando em Lençóis há transportes que faz a conexão entre os dois municípios. Outra opção é vir de Salvador que fica a 430 km. 

 

De carro 🚗

Acesso:https://goo.gl/maps/hBqEgDnQRzVancQp

 

De ônibus 🚌

A empresa de ônibus que faz a linha Salvador – Lençóis (e vice-versa) é a Real-Expresso. Estando em Lençóis há transportes que faz a conexão entre os dois municípios. 

Real Expresso ✍️

web: realexpresso.com.br

Tel: 0800 600 1155

 

 

 

.

CLIMA 🌦

O clima é tropical, com temperatura média anual entre 22º e 24ºC; máximas que vão entre 36º e 38ºC e mínimas entre 4º e 8ºC; a Chapada tem estações mais definidas, diferentemente do que acontece na costa baiana. Como se trata de um trecho de serra com altitudes que muitas vezes passa dos mil metros pode sentir nos meses do inverno brasileiro (junho a setembro) temperaturas baixas e nos meses do verão brasileiro (dezembro a março) temperaturas que chegam perto dos 40ºC. Entre junho a outubro chove menos facilitando as caminhadas. Durante o verão, estação das chuvas, as cachoeiras estão mais cheias e bonitas.

 

 

 

 

aos fotógrafos: as imagens publicadas neste artigo tem como foco orientar e ajudar o turista a visualizar as informações que estão sendo transmitidas. As fotos foram capturadas da internet sob domínio público e portanto com extrema dificuldade de encontrar o nome do autor. Caso seja o autor de alguma entre em contato conosco através de: fotografia@visitbrazil.travel

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Nossas redes sociais

Publicidade

Veja também

Arembepe

  . POR QUE IR? 🤔 A vila praiana mais pitoresca da Bahia fica em Arembepe, umas das praia de Camaçari. São apneas 40 km de

Saiba mais »

Guarapari

Apesar de também ter se transformado em um centro urbano, o principal balneário dos capixabas não fica muito longe dos grandes centros urbanos, Vila Velha

Saiba mais »

Morretes

. POR QUÊ IR? 🤔 Seja pela Estrada da Graciosa, seja pelo trem que desce a serra do mar, o passeio até Morretes começa mais charmoso

Saiba mais »

Boipeba

O pequeno povoado que surgiu no século XVl conhecido como Velha Boipeba, “cresceu” ao redor da Praça Santo Antônio, onde fica a Igreja do Divino

Saiba mais »

Receba novidades em seu e-mail!

Preencha seu nome e e-mail nos campos a seguir!

Copyright © 2022. Todos os direitos Reservados. Feito por Thiago Regis.