Jalapão

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

.

POR QUÊ IR? 🤔

Embora o Jalapão seja chamado por muitos de deserto, o que podemos notar é que o parque estadual é um oásis em meio ao cerrado brasileiro. Suas serras escondem aproximadamente 34 mil km de cachoeiras, nascentes de águas incrivelmente translúcidas, paredões, grutas, dunas douradas, lagos cristalinos e rios de águas 100% potáveis. O destino é certo também para os adeptos do Turismo de Aventura, o parque reserva bons lugares para escalada, trekking, rapel além de ter as melhores corredeiras do Brasil para a prática do rafting. 

Mas, por que então chamamos o Jalapão de deserto? Chamamos assim, porque em mais de 150 quilômetros cerrado adentro, a única paisagem que se vê é a imensidão da savana que cobre o parque. Não há uma só casa, uma só pessoa, por vários quilômetros percorridos. A impressão que temos, tamanha semelhança, é de estarmos em um lugar bem longínquo no meio da África. A segunda menor densidade demográfica do país (a primeira é a Amazônia) reserva ao visitante um local deslumbrantemente intocado, que de tão inóspito, acabou sendo cenário do reality show americano Survivor, e desde então, começou a ficar conhecido pelos brasileiros que até então não conheciam este lugar maravilhoso. 

 

A comunidade quilombola de Mumbuca, no município de Mateiros, fica a 370 km da capital Palmas, e seus descendentes são os pioneiros na arte do capim dourado. São produzidos ali, vasos, bijuterias, chapéus que nas prateleiras de Nova York, são vendidos a 300 e 500 dólares algumas peças. Mateiros concentra em seu território os atrativos mais procurados do Jalapão, como por exemplo as Dunas Douradas, a Cachoeira da Velho, o Fervedouro – uma piscina de águas azuis e areia branca que permite a sensação de flutuar devido ao refluxo das águas que correm das nascentes subterrâneas e emerge nessa imensa piscina. 

 

.

O QUE FAZER? 🤔

👍👍👍 = imperdível /👍👍 = legal /👍 = de alguma curtição

 

Fervedouro de Buritis 👍👍👍 

foto: felipe andré

A piscina é de tamanho médio e é cercada pelas palmeiras que dão nome ao lugar, buritis. As águas, como em todos os fervedouros da região, tem as águas extremamente cristalinas e azuis, porém sua nascente não traz a pressão que faz as pessoas flutuarem. Em sua margem foi criado uma escada de madeira que da acesso até seu fundo. A capacidade é de 10 pessoas por vez e seu custo é de R$ 15,00 por visitante. O acesso é feito pela TO-110 e fica a 19 quilômetros de Mateiros. Há um bar-restaurante que oferece almoço no local. 

Acesso:https://goo.gl/maps/e1HeXWoRXtLbGyESA

 

Fervedouro do Buritizinho 👍👍👍 

foto: divulgação

Embora pequenino, é lindo… um dos mais bonitos.  O acesso é feito por uma trilha que fica a beira do rio Formiga. Um corredor de bananeiras faz uma caminho que leva até um poço que tem várias tonalidades de intenso azul. A pequena piscina é bastante funda e não dá pé. Tem capacidade para até seis pessoas e seu custo é de R$ 15. Fica a 30 km de Mateiros, conta com restaurante e seu acesso é feito pela TO-110. Fica próxima do Fervedouros do Ceiça, do Rio Sono e do Encontro das Águas, além da Cachoeira do Formiga.

Acesso:https://goo.gl/maps/pCqC3hqUSsqdNQgcA

 

Cachoeira do Formiga 👍👍👍

foto: divulgação

É considerada a mais bonita da região do Jalapão e uma das mais bonitas do Brasil. Sua queda não é alta, mas a colocação de sua água é o que impressiona e da a ela esse título tão importante. De azul a esmeralda, é difícil definir a cor. A força da água é boa para massagear as costas. A entrada custa R$ 20. O acesso é feito pela TO-110 e a cachoeira fica a 33 quilômetros de Mateiros.  

Acesso:https://goo.gl/maps/SKcsGBTk5uw6C8NT9

 

Fervedouro do Rio do Sono 👍👍👍

foto: felipe andré

Menor que a primeira mas com característica parecidas, é cercada por bananeiras e imensas palmeiras buritis. Foi criado um deck de madeira ao seu redor e seu custo é de R$ 15,00. É permitido apenas a presença de apenas seis pessoas por vez. O local possuí infra-estrutura para almoço. Está a cerca de 22 km do vilarejo de Mateiros e o acesso é feito pela TO-110.

Acesso:https://goo.gl/maps/4q7sUgTydg1UojcJ9

 

Fervedouro Encontro das Águas 👍👍👍

foto: monique renné

Distante 36 km do vilarejo de Mateiros, é o de maior pressão das águas que submergem do subsolo. É pequeno, tem capacidade para apenas quatro pessoas por vez, é cercado por palmeiras e não possui restaurante. O custo da entrada é de R$ 15,00. Para se limpar um da areia que vai dominar seu traje de banho, um banho no encontro dos rios é ideal, a três minutos de caminhada, o rio Formiga encontra o rio do Sono.

Acesso:https://goo.gl/maps/BxJgVE1gpdTuAivD8

 

Fervedouro do Ceiça  👍👍👍

foto: adriano paiola

É um dos mais bonitos e também de maior força. Cercado por bananeiras, palmeiras buritis e vegetação nativa, as águas azuis deste fervedouro trazem um visual extremamente tropical e lindo de se ver. A fonte tem forte pressão e empurra você para a superfície fazendo com que fique flutuando. O custo de entrada é de R$ 20,00, é permitido apenas seis pessoas por vez a um tempo de 20 minutos cada grupo. Não ha infra-estrutura de alimentação ou lazer. Fica a 25 km de Mateiros e o acesso é pela TO-110.

Acesso:https://goo.gl/maps/qQPNQbBsCDXMiJJJA

 

Fervedouro Bela Vista 👍👍👍

foto: caroline maki

É o mais famoso e procurado pelos turistas que visitam o Jalapão, por ser o maior e também o mais bonito dos vários fervedouros da região.Localizado a 3 quilômetros de São Félix do Tocantins, seu acesso é feito pela TO-110. Com aproximadamente 15 metros de águas límpidas e cristalinas, leva o nome pela bela vista que se tem desde o deck que construíram em meio aos buritis e bananeiras. Tem capacidade para até 10 pessoas, seu custo é de R$ 15,00 e cada grupo pode ficar 20 minutos. Dispõe de restaurantes

Acesso:https://goo.gl/maps/5X3V3Gmo9Jizp5iP8

 

Fervedouro do Alecrim 👍👍👍

foto: caroline maki

Compete em beleza e tamanho com o Bela Vista. Tem um deck de madeira que da acesso, é assim como o Bela Vista grande, rodeado por bananeiras, palmeiras buritis e vegetação nativa, porém a semelhanças acabam na cor da água, enquanto o Bela Vista é azul, o Alecrim tem águas verdes, diferentes dos demais fervedouros, só por isso já vale o passeio até ele. Sua pressão também é maior que o Bela Vista , proporcionando maior flutuação. O custo de sua entrada é de R$ 10,00 e sua capacidade é para seis pessoas a cada 20 minutos. Não contem restaurantes e seu acesso é feito pelo município de São Félix do Tocantins.

Acesso:https://goo.gl/maps/QiwHy33LM2Gw51Bp8

 

Serra do Espirito Santo 👍👍👍

foto: divulgação

A Serra do Espírito Santo é a primeira atração que se vê desde a entrada do parque. De seu alto, avista-se as famosas dunas douradas que foram formadas ao longo de milhares de anos pela erosão causada pelo vento que bate na serra, a desfaz e sopra os pequenos grão de areia para a duna que se formou a sua frente. Para chegar, é preciso encarar a subida de 700 metros para chegar até seu topo, pode ser levada em até uma hora. O melhor horário é pela madrugada, a recompensa é ver o nascer do sol. O por do sol também é espetacular, porém, para ver, é preciso encarar o escaldante sol que brilha na região.

Acesso:https://goo.gl/maps/JPZSVrR57fAoFN8h7

 

Duna Dourada  👍👍👍

foto: adriano paiola

Seu tom dourado fica ainda mais intenso com as cores do por do sol. Feito através de micropartículas que foram desfeitas com a ação dos ventos nas montanhas que circulam seu redor, a dunas tem impressionantes 200 metros de areia que voaram da Serra do Espirito Santo até seu local. É possível ver, das areias, o local da serra de onde vem as partículas de areia. Parte da vegetação ficou submersa e ao seu redor passa um pequeno córrego de águas translúcidas. O por do sol é o momento mágico.

Acesso:https://goo.gl/maps/9rHTvHWDqJhDWwBdA

 

Pedra Furada 👍👍👍

foto: laster scalon

O local fica no caminho entre Palmas e Mateiros, bem na entradinha do parque estadual,, fica distante 35 quilômetros do município de Ponte Alta do Tocantins, e o local disputa com as dunas e com a Serra do Espirito Santo o título de melhor local para ver o por do sol.  Um buraco feito com a ação dos ventos em uma rocha de arenito cria uma cenário espetacular no final de todas as tardes. O acesso é fácil, uma trilha de dez minutos separa a estrada onde é deixado o carro do local. O acesso é gratuito.

Acesso:https://g.page/pedrafuradajalapao?share

 

Prainha do Rio Novo 👍👍

foto: divulgação

É deste ponto que parte a descida de rafting por um dos rios de melhor corredeira do país. De categoria 4, as corredeiras do rio com com água 100% potável, sendo também um dos melhores lugares do Jalapa para a pratica de mergulho.  A Prainha tem longa faixa de areia branca, águas mansas e bastante sombra para descansar. Fica próxima de outra atração imperdível no Jalapão, a Cachoeira da Velha.

Acesso:https://goo.gl/maps/F64uhfkSktPJg9Qz6

 

Cachoeira da Velha 👍👍👍

foto: divulgação

A maior cachoeira do parque é também considerada uma da melhores atrações a ser visitada. São 15 metros de queda e 100 de largura, onde o turista pode caminha por trás de parte da queda e ver a água caindo a sua frente sem se melhor. A força das águas proporciona uma espetáculo grandioso de ver e ouvir. O acesso é gratuito. 

Acesso:https://goo.gl/maps/4EDwdqQL5m77sW3XA

 

Rafting na Cachoeira da Velha  👍👍👍

foto: divulgação

É considerado uma dos melhores do país seu nível de categoria 4 (a classificação chega até 5) é tido como dos mais desafiadores. O treinamento começa às margens da prainha do rio Novo, onde os turistas recebem as orientações de como descer a corredeira com segurança. A Novaventura, faz o trajeto e o custo é de R$ 170,00 por pessoa. É preciso fazer o agendamento com antecedência.

Acesso:https://goo.gl/maps/4EDwdqQL5m77sW3XA

 

Cânion do Sussuapara  👍👍👍

foto: divulgação

Com aproximadamente 12 metros, os paredões se erguem em meio a uma vereda tropical, onde, as paredes cheias de de musgos escorrem águas frescas. No fim do pequeno cânion, há uma queda d’água com poço para banho. A trilha é curta e não deve levar mais que quinze minutos do local onde ficam os carros. A descida é íngreme e com pedras. Paga-se R$ 20,00. O acesso é feito pela TO-255 e fica a 12 km de Ponte Alta.

Acesso:https://goo.gl/maps/xpvnjjEqaTtfrp3V7

 

 

 

.

QUANDO IR? 😎⛱️

O melhor período para pesca é de abril a julho, quando o nível do rio está baixo e reúne cardumes de pintados, tucunarés, corvinas, matrinxãs, mandubés, barbados, dourados e mandis. Durante a piracema – novembro a fevereiro – a atividade é proibida.

 

 

 

.

INFORMAÇÕES ÚTEIS ✍️

Jalapão Adventure 

Endereço: Rua Vinte, 432 – Mateiros – TO

Telefone: (63) 999 364 284

 

 

 

.

COMO CHEGAR? 💼

De Palmas, pegue TO-070 e depois siga para a BR-242. As duas cidades estão separadas por uma distancia de 424 km.

 

De Avião ✈️

Você deverá pegar um voo até a capital do estado. Palmas recebe voos diários vidos de Brasilia.  

 

De carro 🚗

Acesso:https://goo.gl/maps/M1FRYv71m3soUjHx9

 

De ônibus 🚌

Mateiros não possui terminal rodoviário, para chegar até o Jalapão, é necessário fechar um pacote com agencias especializadas que promovem o pacote completo pelo parque.

 

Jalapão Adventure ✍️

Endereço: Rua Vinte, 432 – Mateiros – TO

Telefone: (63) 999 364 284

 

 

 

.

CLIMA 🌦

A estação com precipitação é opressiva e de céu encoberto; a estação seca é de céu parcialmente encoberto. Durante o ano inteiro, o clima é quente. Ao longo do ano, em geral a temperatura varia de 20 °C a 35 °C e raramente é inferior a 18 °C ou superior a 37 °C. A melhor época do ano para visitar o Jalapão e realizar atividades de clima quente é do início de junho ao meio de setembro.

 

 

 

 

aos fotógrafos: as imagens publicadas neste artigo tem como foco orientar e ajudar o turista a visualizar as informações que estão sendo transmitidas. As fotos foram capturadas da internet sob domínio público e portanto com extrema dificuldade de encontrar o nome do autor. Caso seja o autor de alguma entre em contato conosco através de: fotografia@visitbrazil.travel 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Nossas redes sociais

Publicidade

Veja também

Araguaia 

São Félix do Araguaia é um daqueles lugares que quando falam, a imagem e os sons que vem a sua cabeça é daquele Brasil sertanejo

Saiba mais »

Palmas

. POR QUÊ IR? 🤔 A capital mais nova, do estado mais novo do país, tem apenas trinta anos e como não poderia deixar de ser,

Saiba mais »

Receba novidades em seu e-mail!

Preencha seu nome e e-mail nos campos a seguir!

Copyright © 2022. Todos os direitos Reservados. Feito por Thiago Regis.